segunda-feira, 12 de julho de 2010

Enviei-te um postal esta tarde
com a paisagem tranquila e tão branca
da mesma tarde que cai e estanca
o solzinho triste e amarelo.
Enviei-o choroso e singelo
liso como tecido frio
tingido de um marrom vazio
que veste um solitário monge
ele segue...
embalado num papel de carta
e na esperança de não ver-te mais de longe.

a um leopardo

Um comentário:

hellen disse...

nossa que profundo! estava passando por esse blog vi aprovei e me apaixonei! ei entre no meu tambem http://hellen-ellen12345.blogspot.com/ bejoo! bom de mais